Parceiros viraram atletas na Meia Maratona de Lisboa

Para se realizar uma meia maratona é preciso muito treino. 

Pernas frescas e um pulmão resistente demoram algum tempo a preparar e, ao contrário de todas as outras equipas do Sporting, estes mais de 80 ‘atletas’ não compareceram nas sessões de preparação. 


No passado dia 11 de março, formaram, a convite do Clube, a equipa Sporting Corporate e foram testar o seu nível à Meia Maratona de Lisboa. As marcas conseguidas, claro, foram o menos importante – João Farinha e Luís Ladeira, ambos da Agriloja, foram os mais rápidos – num dia que primou pelo convívio, boa disposição e estreitamente de relações entre os envolvidos e o emblema de Alvalade. 


Com a ajuda da Agriloja na produção do evento, da Prozis que disponibilizou kits pós-prova, da Samsumg que ofereceu dois smartwatchs Samsung Gear Sport  aos leões mais rápidos e do Grupo Estremadura  pelo transporte, o evento durou todo o dia e foi um sucesso.

Começou cedo, a partir das 8h no Estádio José Alvalade, onde a equipa se reuniu, vestiu as cores do Sporting e, posteriormente, se dirigiu para a partida – era para ser na Ponte 25 de Abril, mas devido às más condições meteorológicas passou para Sete Rios. 

O tempo pouco convidativo não foi, de resto, impedimento para ninguém.  Adriano Matos, da PepsiCo, revelou a sua opinião sobre a iniciativa, deixando rasgados elogios à mesma, “Um dos pontos fortes do Sporting é a integração de todas as pessoas e empresas também. 


Uma mais-valia para a continuidade das parceiras porque nem só de negócios se vive, vive-se também destes momentos de lazer. Nesta matéria, o Sporting é pioneiro”, disse, na mesma linha de Carmen Neves, da Leaseplan: “É a primeira vez que participo num evento deste género e estou muito satisfeita por ser no Sporting. 

Mais de uma hora e vinte minutos depois da partida – o mais rápido da equipa cumpriu o trajecto em 1h25m25s  e todos os participantes foram recebidos na meta e, ainda que algo desgastados fisicamente por razões óbvias, seguiram para um almoço de confraternização, no  Restaurante Bellalisa Valmor onde foram atribuídos os prémios aos melhores classificados pela atleta Olímpia Barbosa, Campeã Nacional em 100m barreiras. 

 

Sérgio Pinho, da Utilteam, realizou um balanço no final da corrida, admitindo algum desleixo na preparação, mas mesmo assim “Foi um orgulho correr de leão ao peito. Correu bem e espero que para o ano se repita, ainda que tenha de treinar mais um pouco”, afirmou, entre sorrisos, enquanto João Pedro Vintém, da Microsoft, falou na valorização dos leões através de dias como este, “Esta iniciativa possibilita reforçar a marca Sporting, não enquanto Clube, mas enquanto marca comercial. É igualmente uma forma de demonstrar aquilo que é o ecletismo do Clube e de corrermos de leão ao peito pela nossa honra e vontade”, explicou. 


Algumas lágrimas e um sonho realizado

voltar a notícias

empresas parceiras